A sua pele é poderosa

Cuidar bem da pele começa por reconhecer a sua importância

É o maior órgão do corpo humano e fornece muito mais do que apenas proteção. Os recetores sensoriais da pele são responsáveis por sentir algumas das mais fortes emoções humanas.

A sua pele é poderosa. Mantenha-a saudável.

A pele tem o poder de dar segurança

O contacto da pele com pele de um bebé é essencial para o seu crescimento e desenvolvimento. Quando encosta o seu bebé ao peito, o calor da sua pele regula a temperatura corporal e reduz o ritmo cardíaco do bebé. Isto reforça o sistema imunitário, ajudando o bebé a crescer mais forte, seguro e protegido.

O toque é essencial para forjar a primeira ligação emocional com os pais e criar uma experiência humana ímpar.

David Linden, Professor de Neurociência na Johns Hopkins University

Martha Thomas, Escritora

A pele tem o poder de criar um sentido de pertença

O abraço reforça a comunicação e o amor entre os seres humanos. 

Ativa a amígdala, que é a parte do cérebro responsável pela aprendizagem das emoções. Melhora a capacidade de identificar as diferentes emoções e, por isso, de distinguir as pessoas que ama a um nível emocional mais profundo. Isto cria um sentido de segurança entre si e a sua rede de afetos.

O sentido do tato pode diminuir com a idade, mas eu diria que o impacto do toque aumenta.

Daniel Reingold, Presidente e CEO da RiverSpring Health

A pele tem o poder de transformar stress em calma

Quem recebe contacto regular de pele com pele apresenta níveis inferiores de stress e ansiedade. 

O contacto físico com as pessoas de quem gostamos transmite sentimentos positivos sobre nós próprios, já que liberta oxitocina no cérebro, o que aumenta a confiança e a tranquilidade. A massagem é uma forma eficaz de aliviar o stress, pois proporciona de imediato relaxamento e calma.

A massagem é o antidepressivo natural do corpo.

Daniel Reingold, Presidente e CEO da RiverSpring Health

A pele tem o poder de criar ligações para a vida

Enquanto estão na barriga da mãe, os bebés não têm o mesmo sentido de toque. Mas tocar com carinho na barriga de uma grávida transmite sensações de união e afeto entre a mãe, o pai e o bebé através da libertação de oxitocina. 

Também é assim que os pais criam uma ligação com o bebé. Tocar a mãe e o bebé aproxima as famílias emocional e fisicamente.

 O toque é uma via de sentidos. A pessoa que abraça ou toca de forma calorosa também beneficia desse contacto humano.

Susan Friedrich, Enfermeira-chefe