SEUS RESULTADOS

Hey Poderá ter Pele oleosa

A pele fica oleosa quando as glândulas sebáceas produzem demasiado sebo, ou óleo, tornando-a brilhante ou gordurosa. É comum os poros ficarem maiores e a gordura excessiva pode obstruí-los e provocar acne. As alterações hormonais também podem provocar a oleosidade da pele.

É importante não sobrecarregar a pele oleosa e ajudá-la a limitar de forma natural a produção de óleo e a reduzir as impurezas, sem lhe retirar a humidade. Opte por produtos de cuidados da pele com pH neutro, que contribuam para a recuperação da pele oleosa e para a manutenção do equilíbrio, hidratando-a sem a tornar gordurosa.

Tenha especial atenção à pele oleosa durante o tempo quente, já que o calor pode provocar a produção de mais óleo.

Vivo na cidade

As partículas poluentes são mais pequenas do que a maior parte dos nossos poros e aderem à gordura e ao suor da pele, o que faz com que fiquem obstruídos, surjam erupções cutâneas e aumente a produção de sebo. Opte por produtos que ajudem a reequilibrar a oleosidade da pele.

Estou regularmente sob exposição a aparelhos de ar condicionado/
aquecimento central

Os aparelhos de aquecimento central podem aumentar a produção de sebo na pele oleosa, tornando-a brilhante, obstruindo os poros e causando erupções cutâneas. Proteja a pele com produtos que ajudem a equilibrá-la sem a sobrecarregar.

Fumo regularmente

Fumar priva a pele de oxigénio, aumentando a peroxidação de lípidos e reduzindo os níveis de vitamina E, resultando na obstrução dos poros e em acne. Além disso, intensifica o envelhecimento precoce e cria um tom de pele irregular.

Bebo menos de 8 copos de água por dia

É sabido que a hidratação torna as glândulas sebáceas menos oleosas. Beber uma quantidade de água adequada durante o dia pode reduzir a obstrução das glândulas cutâneas e diminuir a inflamação, proporcionando equilíbrio à pele oleosa.

Factos sobre a pele oleosa

FACTO 1

O óleo na pele é produzido pelas glândulas sebáceas. Cada poro da sua pele é uma pequena glândula que produz um óleo chamado sebo. É assim que mantém a sua pele naturalmente hidratada e saudável. No entanto, algumas pessoas podem ter glândulas hiperativas, o que resulta numa pele oleosa.

FACTO 2

O óleo em excesso faz com que a sua pele pareça brilhante ou gordurosa. Os poros obstruídos ou tapados também podem resultar em imperfeições, como borbulhas.

FACTO 3

À medida que as pessoas envelhecem, os níveis de hormonas também se alteram, o que tem um impacto direto na pele. Muitas vezes, as alterações hormonais resultam na oleosidade da pele, particularmente na zona T. Contudo, as hormonas também podem fazer com que a pele seque e perca elasticidade.

FACTO 4

Além das hormonas, a pele oleosa também pode ter origem genética, ser provocada pelo excesso de lavagem (esfregar ou esfoliar com demasiada regularidade ou utilizar sabonetes agressivos desgasta a camada protetora natural de bactérias que habitam na pele), pelo tipo de dieta ou por fatores externos como a humidade e temperaturas elevadas.

A sua rotina

Primeiro passo

Não lave excessivamente a pele. Ao tentar remover o excesso de óleo, está a desgastar a camada protetora de bactérias que vivem na sua pele. Como tal, corre o risco de danificar o equilíbrio natural da pele, fazendo com que produza ainda mais gordura.

Segundo passo

Aplique produtos de cuidados da pele desenvolvidos para peles oleosas. Certifique-se de que usa uma loção ou gel à base de água para evitar adicionar ainda mais gordura à sua pele.

Terceiro passo

A dieta tem um papel fundamental no equilíbrio da pele. Comer alimentos demasiado ricos em açucares, gorduras e laticínios pode gerar a hiperatividade das glândulas sebáceas e provocar imperfeições e borbulhas.